sábado, 7 de março de 2015

Alma perdida

Dizem que a morte compreende dois estádios: o físico e o espiritual. Dizem ainda, que se pode morrer fisicamente e permanecer em espírito e que isso é bom. Permite que a pessoa permaneça no coração daqueles que a perderam. Permite que a pessoa seja recordada. Mas depois, há o outro lado da moeda, aquele lado em que tudo funciona bem e que o espírito se apaga. E essa é a pior morte. Não há luz, apenas escuridão. Não dás valor, não distingues o certo do errado, não sabes gostar, não sabes cuidar. O mundo cai porque percebes que não gostas da pessoa que és. Percebes que o fundo do poço existe. E é lá que tu estás. 

Mudar não é fácil, agir da melhor forma não é fácil. Pelo menos não tão fácil como costumam por ai pregar. Quando envolve outras pessoas torna-se complexo, delicado, um quebra-cabeças. Mas se sentires que te importas com este mal que existe dentro de ti, é porque existe um ponto de luz, só tens que o procurar.



9 comentários:

  1. O que é fácil é matarem-nos espiritualmente, transformarem-nos em mortos-vivos. É fácil e não é punido por lei, por isso qualquer um nos pode matar. Apagam a menor centelha de de luz que existe em nós e quando assim é, não adianta procurar. A luz sumiu-se, foi-se num sopro, porque alguém foi embora e deixou a porta aberta... :(

    ResponderEliminar
  2. E quando o encontrares nunca mais o largues, alimenta-o!

    ResponderEliminar
  3. O pior mesmo é sentirmo-nos mortos quando estamos vivos /:

    ResponderEliminar
  4. A morte espiritual é sem dúvida a pior :/
    Concordo com o que diz a P' :)

    ResponderEliminar
  5. I’ve just found your blog and I’d like to say that I’m in love with it!
    Interesting posts, beautiful photos & design! It’s really amazing!
    Great job! I’ll be happy to see you in my blog!)

    Diana Cloudlet
    http://www.dianacloudlet.com/

    ResponderEliminar
  6. Certamente esse ponto de luz existe e deves encontrá-lo e nunca mais o deixar de ver

    ResponderEliminar
  7. A mim nunca me disseram que mudar é fácil. Mas temos de tentar se isso for o melhor, acima de tudo, para nós.
    E se existe um ponto de luz só temos de lutar por tornar esse ponto num grande holofote*

    ResponderEliminar